22 de setembro

We are all cyborgs now:

Não é como se as máquinas estivessem tomando o lugar, na verdade elas nos tornam mais humanos, nos ajudam a conectar uns aos outros. […] Ainda são conexões humanas, apenas feitas de uma maneira diferente.

– Amber Case


Dica para instalar o Openfire no Oracle Linux / Centos 7

Supondo que você já tenha baixado o Java, o Maridb e o pacote do Openfire.

E ao subir o serviço apareceu :

# service openfire start
Starting openfire (via systemctl):  Job for openfire.service failed. See 'systemctl status openfire.service' and 'journalctl -xn' for details.   [FAILED]
                                                           

# journalctl -xn

localhost.localdomain systemd[1]: Failed to start SYSV: Openfire is an XMPP server, which is a server that facilitates XML based communication, such as chat..
localhost.localdomain systemd[1]: Unit openfire.service entered failed state.


Adicione a linha abaixo no arquivo /etc/yum.conf

multilib_policy=all

E instale o que falta

# yum -y install libstdc++.i686

Feito isso :

# systemctl enable openfire

# service openfire start

# netstat -ant | grep 9090
tcp6       0      0 :::9090                 :::*                    OUÇA


Só configurar.


Referência:
https://community.igniterealtime.org/thread/53255

21 de setembro



No último Sábado apresentei na #RubyConf2015 minha palestra Vagrant, LXC e Docker: Entenda as diferenças, abordando as principais diferenças sobre as ferramentas, problemas que resolvem e obstáculos ao serem usadas. A palestra ainda apresenta uma breve explicação sobre Virtualização e Containers.

Os slides estão disponíveis seguinte endereço: http://slides.diovani.com/slides/vagrant-lxc-docker/

Para quem não pôde conparecer à Ruby Conf, ainda terá a oportunidade de ver minha palestra no próximo Sábado, dia 26 de Setembro, na trilha Cloud e DevOps da TDC POA.

19 de setembro

(Fonte: video e postagem, e principalmente esta postagem)

Não acretido!!!

Acho que estou "ouvindo" coisas... "Microsoft" e "Linux" no mesmo nome de produto...

Mas vamos devagar... é apenas um sistema operacional para switches (equipamentos de rede) virtuais dentro da plataforma Azure Cloud Switch (computação virtual, na núvem, ou seja, um serviço de virtualização, no mundo dos datacenters).
O uso dessa distro Linux, o Azure Cloud Switch OS, vai ser INTERNO, como outras ferramentas baseadas em código aberto que a M$ já utiliza INTERNAMENTE... coisas que tiveram que pegar na comunidade Open Source porque eles não teriam a mesma competência para fazer (até porque a comunidade é muito maior do que qualquer empresa sozinha).

Citando... "... a Microsoft prefere abrir mão do Windows em alguns setores para ter um produto de maior qualidade."

Traduzindo leigamente... reconhecem que há pontos em que o Linux e afins seriam de "maior qualidade". :-)



18 de setembro

Participei do podcast Castálio, que faz um bate-papo com nerds brasileiros de diversas áreas. Foi divertido! Os entrevistadores Og Maciel e Elyézer Rezende fizeram perguntas e eu respondi com o --verbose ligado, resultando numa conversa tão extensa que teve que ser dividida em dois episódios :)

Escute agora

Castálio Podcast #67: Aurelio Jargas - Conectiva e Livros (44min)

Castálio Podcast #68: Aurelio Jargas - Projetos (54min)

Ou se preferir, assine o podcast e escute no seu tocador favorito.

O que tem de bom?

A primeira parte, como não poderia deixar de ser, foi sobre a (hoje extinta) Conectiva. Relembrei a época em que trabalhei lá (1997 a 2002, depois 2003 a 2005). Como eu fui um dos primeiros funcionários, vi a empresa crescer de uma dúzia que trabalhava amontoado numa casa até o ápice, quando éramos mais de 100 funcionários e ocupávamos um prédio.

Há muitas histórias, mas o que mais me marcou foi o ambiente de trabalho informal e desregrado, “estilo startup”, com música alta (rock), fliperama no refeitório, horário flexível e partidas de Quake nas sextas-feiras.

E claro, ter a oportunidade de estar perto de caras geniais e aprender com eles, mega programadores que admiro (os que citei no podcast foram Arnaldo Carvalho de Melo, Gustavo Niemeyer e Alfredo Kojima). O nível era alto, todo dia se aprendia algo novo, inclusive durante as conversas no almoço. Muito empolgante!

Quer saber mais sobre a Conectiva? Outros ex-funcionários já participaram desse mesmo podcast, contando muitas outras histórias:

Depois papeamos sobre minha saída da Conectiva, minha tentativa frustrada de desnerdização, e da minha fracassada tentativa de virar fotógrafo de surfe na praia de Matinhos. Quem já lê o blog há tempos, acompanhou essa novela em tempo real :)

Enfim, falamos sobre meus oito anos desempregado, trabalhando em casa, onde aproveitei a mente livre para criar sites, softwares e livros. Também contei como é processo de escrever um livro, com dicas pra quem também quer escrever o seu.

Hora do spam: Livro Regex Livro Shell

Finalizamos falando de alguns dos meus softwares: as ferramentas de linha de comando Funções ZZ, o testador de linha de comando clitest, o minigereciador financeiro Moneylog e o infame Miguxeitor.

No final dei uma minha lista de bandas que gosto, alguns sites que leio e podcasts que escuto. Lá no post original do podcast tem a lista completa de tudo o que citei (e alguns adicionais que passei por email pós-gravação).

Se você gostou dos podcasts, não esqueça de ir lá e deixar um comentário para eles (parte 1, parte 2), pois agora você sabe a importância que isso tem para quem cria conteúdo. É o combustível para continuar produzindo e a prova de que tem gente que se importa.

E se você ainda não está satisfeit[oa] e quer ouvir ainda mais da minha voz de taquara rachada, eu já participei de outros podcasts em 2008 e em 2012.


Dica para quem tem esse problema, geralmente em máquinas virtuais FreeBSD 9X ou Superiores.

No comando "dmesg" geralmente aparece a mensagem abaixo:

calcru: runtime went backwards from 54 usec to 43 usec for pid 755 (XXA)
calcru: runtime went backwards from 54 usec to 43 usec for pid 756 (XXB)
calcru: runtime went backwards from 54 usec to 43 usec for pid 757 (XXC)
calcru: runtime went backwards from 54 usec to 43 usec for pid 758 (XXD)

Isso ocorre devido uma falha no clock (relógio) , via BIOS do Host ou Ntp em alguns casos, e para eliminarmos isso, edite o arquivo sysctl.conf  (da VM) e adicione :

kern.timecounter.hardware=TSC

Após :

# sysctl kern.timecounter.hardware=TSC

ou

# reboot

OBS: PFSense é FreeBSD também.

Referência:

https://spuder.wordpress.com/2012/01/14/freebsd-calcru-runtime-went-backwards/

11 de setembro

Este mês de está cheio de eventos de tecnologia e vou estar palestrando em dois deles.

→ Primeiro temos a RubyConf Brasil, que acontece em São Paulo nos dias 18 e 19 de Setembro no FECOMERCIO SP.

Estarei apresentando a palestra Vagrant, LXC e Docker: Entenda as diferenças no andar aberto do evento.

Confiram a programação completa.

→ Na semana seguinte começa a The Developer Conference, evento este que ocorre em três edições por ano, em três capitais. A edição Porto Alegre acontece no dias 24 a 26 de Setembro na UniRitter.

Eu estarei apresentando em duas trilhas, a de Testes, com a mini-palestra Garantia de Qualidade Utilizando Integração Contínua: Comparação dos Principais Softwares e Serviços, na Quinta-feira dia 25, e uma versão resumida da minha palestra da RubyConf na trilha Cloud e DevOps, Sábado, dia 26.

A grade completa de todas as trilhas está disponível no site.

→ Também nos dias 25 e 26 de Setembro acontece o Mobile Summit em Porto Alegre, na nós coworking. Mais informações no site.

09 de setembro

Node v4.0.0 (Stable) | Node.js:

Finalmente Node.js e IO.js uniram as bases de código e agora a atual versão estável do Node é a 4.0.0.

Confiram o release no link.

04 de setembro

Essa é uma dica muito importante.

Há quem prefira o comando top.

via ports :
# cd /usr/ports/sysutils/htop && make install clean

via pkg :
# pkg install htop

Adicione ao arquivo /etc/fstab a linha abaixo :

linproc /compat/linux/proc linprocfs rw,late 0 0

E execute como root :

# mkdir -p /usr/compat/linux/proc; ln -s /usr/compat /compat; mount linproc

Feito, só usar :

# htop


Grande abraço.

Referência :
http://www.linuxdescomplicado.com.br/2013/12/comandos-linux-dominando-o-comando-top.html

01 de setembro

Solução para um problema relacionado a uma queda frequente no Squid Proxy, usando FreeBSD.

Out of memory: Kill process 29957 (squid-1)

Como adicionar um arquivo swap no FreeBSD version 10.X ?

Criando o arquivo de 2GB usando o comando dd :

# dd if=/dev/zero of=/var/swap0 bs=1m count=2048

Setar as permissões :

# chmod 0600 /var/swap0

Edite /etc/fstab :

md99 none swap sw,file=/var/swap0 0 0

Os passos acima foram para que você configure para que suba automaticamente.

Para adicionar sem reboot, faça :

# swapon -aq

E confira com :

# swapinfo -h


Grande abraço

Referência :
http://www.cyberciti.biz/faq/create-a-freebsd-swap-file/
TchêLinux

Planet TchêLinux

Blogs